Roscas transportadoras podem ser recuperadas com sistema inteligente de revestimento

Tecnologia estende a vida útil do equipamento, restaura seus dimensionais de fábrica e minimiza paradas não-programadas para manutenção

Geralmente fabricadas em aço carbono ou inox, as roscas transportadoras helicoidais são desenvolvidas para agilizar e facilitar o processo de manuseio, transporte ou dosagem controlada de materiais como: resíduos de tratamento de esgoto; bagaços de cana; açúcares, grãos, minerais, polímeros plásticos, além de uma infinidade de produtos a granel. Neste processo, o sistema de movimentação e transporte dos materiais sofre danos mecânicos causados pelo arraste de resíduos abrasivos/corrosivos, o que reduz consideravelmente a vida útil dos transportadores helicoidais.

No entanto, hoje, o mercado já pode encontrar uma técnica que recupera e também protege esses equipamentos utilizando um sistema inteligente de revestimento à base de titânio e zircônio. São diferentes etapas como, descontaminação química, jateamento, recuperação do dimensional desgastado e acabamento policerâmico, por exemplo, que vão permitir resgatar os dimensionais originais da peça estendendo sua vida útil, evitando paradas não-programadas para manutenção e gerando produtividade.

Hoje a Armo do Brasil se especializou nesta aplicação e disponibiliza a solução no seu Centro de Serviços, conquistando adeptos por todo o Brasil. “Sabemos que, os ativos policerâmicos desta tecnologia formam uma camada resistente restaurando seguramente os dimensionais de fábrica do equipamento, por isso nossa garantia é de pelo menos uma safra” concluiu Hércules Tchechel, presidente da Armo.

Francine Cassez
K6 Comunicação/ Assessoria de Imprensa da Armo do Brasil

Compartilhe Este Artigo:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram