ARMO do Brasil

Gaxetas Moldáveis Carrara: entenda como elas podem ajudar na manutenção.

Quando falamos de bombeamento de substâncias nas indústrias é muito comum encontrarmos aplicações nas quais, por uma combinação de variáveis acontece o desgaste recorrente das luvas de proteção, ou até mesmo falta de centralização no eixo, produzindo como consequência vazamentos constantes, e baixa eficiência em equipamentos cuja parada pode comprometer a operação.

Em resposta a esta demanda, a Carrara desenvolveu dois modelos de gaxetas extrussadas a base de PTFE expandido não sinterizado: 55B (100% PTFE) e 55G (PTFE e Grafite) compatíveis com faixas de ph de 0 a 14. Pela sua excelente memória física e baixíssimo coeficiente de atrito, esta vedação se adapta a qualquer tipo de superfície, conseguindo ainda compensar o desgaste superficial, falta de centralização de eixos, ou inclusive falhas de dimensionamento na caixa de selagem.

Estas gaxetas apresentam um custo x benefício incomparável em equipamentos onde as manutenções são possam ser recorrentes, incluindo: indústrias de alimentos, químicas, farmacêuticas, e saneamento básico. 

Em usinas de açúcar e etanol, são a melhor opção para cozedores a vácuo, cristalizadores, bombas de captação de água e misturadores em geral.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Veja também