Parceria Armo do Brasil e Carrara traz versatilidade do Seal Tape para o mercado de manutenção industrial

Parceria Armo do Brasil e Carrara traz versatilidade do Seal Tape para o mercado de manutenção industrial
Parceria Armo do Brasil e Carrara traz versatilidade do Seal Tape para o mercado de manutenção industrial

Fita de PTFE (Teflon) expandido autoadesiva possui múltiplas aplicações e substitui as juntas de vedação industrial

Versatilidade. Esta é a palavra que define o Seal Tape Carrara, uma fita desenvolvida com alta tecnologia, de puro PTFE (Teflon) que é amplamente utilizada na manutenção industrial, muitas vezes, em substituição às juntas de vedação. Além de possuir resistência a altas temperaturas e PH, sua facilidade de aplicação tem conquistado cada vez mais adeptos, já que o produto é altamente moldável e autoadesivo.

É por essa e outras razões que a Armo do Brasil, em parceria com a empresa italiana Carrara, uma das principais fabricantes europeias de vedações, trouxe a novidade para o mercado nacional. “Buscávamos um produto com essa flexibilidade e que também tivesse um preço competitivo. A parceria permitiu sermos um dos dois importadores exclusivos de Seal Tape Carrara no Brasil e, assim, garantir uma oferta interessante para o mercado”, comentou Karina Borges, diretora comercial da Armo.

Indústrias químicas, alimentícias, papeleiras, usinas sucroenergéticas, industrias do setor de saneamento e tratamento de água e efluentes, são alguns dos setores que podem desfrutar dos benefícios do Seal Tape Carrara. Segundo Nicolau Gonçalves, técnico de aplicações da Armo, a fita pode ser utilizada em flanges danificadas e com geometrias complexas, visores de níveis ou colunas de destilação, por exemplo. Ele afirma que, suas propriedades elásticas absorvem vibrações garantindo total vedação até a próxima intervenção naquele ponto, inclusive por longos períodos.

Gonçalves também diz que muitas indústrias utilizam o Seal Tape para substituir as juntas de papelões hidráulicos que antes eram cortadas durante a manutenção e não tinham capacidade de moldagem, demandavam muito mais tempo e a necessitavam diferentes tipos para cada situação.

“Esperamos que essa parceria com uma empresa com mais de 50 anos, possa trazer aos nossos clientes segurança e o que há de melhor em tecnologia de vedações, oferecendo um excelente custo benefício ao mercado interno”, concluiu a diretora.

Francine Cassez
K6 Comunicação/ Assessoria de Imprensa da Armo do Brasil

Pesquisar